Miasma, O Grande Vilão nas Casas

Ao adquirirmos um imóvel, seja este alugado ou comprado, é muito importante colhermos informações à respeito do histórico da casa, principalmente para identificar quem eram os antigos moradores ou proprietários, de onde vieram, para onde foram e como viviam. Lógico que nem sempre provemos de todas as respostas completas, mas um breve relato de quem eram essas pessoas já possibilita entendermos quais são os padrões energéticos propagados pela casa.

Se partirmos do princípio de que matéria é energia condensada, que nós somos matéria e vibramos energia, entenderemos que tudo é composto por átomos. Esses átomos podem ser trocados e, por isso, devemos entender que é natural do ser humano compartilhar energias entre seres vivos e inanimados, no caso, os espaços e tudo que nele existe. E é aí que surge a necessidade de investigarmos o padrão das energias que iremos encontrar em uma casa, pois são determinados pelas pessoas que passaram por ela.

Os espaços externos são naturalmente purificados pelos efeitos da natureza, através do sol e de seus poderes benéficos, da chuva, do vento, do calor, do frio, da umidade, do dia e da noite. Acontece que, pelo fato do homem ter se protegido dessa exposição ao meio ambiente, os ambientes não sofrem a limpeza exercida pelos efeitos externos, estando sujeitos às energias que vibram internamente.

Uma casa bem arejada, ventilada, com a presença do sol, mesmo que em pequenas partes do cômodo, e que abriga plantas naturais tem as energias densas recicladas com maior facilidade do que uma casa sem esses atributos. Dependendo do local onde está, a casa ainda recebe influências das construções vizinhas, que podem ser locais onde a produção de energias nocivas é maior, como no caso de uma delegacia, cemitério, hospital, templos e igrejas, bares, casas noturnas, redes elétricas e torres de celulares. Tudo isso favorecendo a perda do padrão energético positivo e facilitando a entrada das energias de tristeza, angústia, ansiedade, medo e, em alguns casos, influências espirituais negativas.

Acontece que um outro padrão energético é muito comum de ser encontrado quando analisamos o padrão de energias de uma casa e, além de todas as influências citadas acima, se torna o maior vilão para o equilíbrio e evolução de pessoas e espaços, pois é um “mal que vem de dentro”, conhecido como Miasma.

O Miasma é uma espécie da massa energética negativa criada por nós, seres humanos, que em desarmonia, propagamos energias negativas através da fala, do movimento e da vibração. A emanação da dor, da raiva, da ansiedade, da tensão, do desespero, da depressão e da doença, são alguns dos exemplos dos miasmas mais encontrados e depositados nos espaços.

Ao brigarmos ou nos deixarmos influenciar por padrões energéticos destrutivos, emanamos o mesmo padrão para dentro dos espaços, fragilizando a estrutura energética da casa e fixando esse padrão vibracional. Com isso, a casa absorve essa massa negativa de energias e estimula sua produção, já que entende que é esse o padrão que deve prevalecer nos ambientes.

Através desse fato, podemos entender que uma casa onde seus membros brigam e se ofendem, atrai o mesmo tipo de pessoas, repetidas vezes, ou até que haja uma remoção desses miasmas. Mesmo que o desejo da raiva e da discórdia sejam latentes em cada um deles, um dia irá se manifestar, pois foi o padrão  de energias fixado na casa que atraiu esses novos moradores e é ele quem determina quais são as energias que serão manifestadas em contato com a casa.

Através de rituais de limpeza e purificação, além de bons pensamentos e boas vibrações, temos a possibilidade de reverter esses padrões de energia, removendo os miasmas antigos e defendo a casa da entrada de energias nocivas. A casa, então, passa a produzir um padrão mais positivo e a inspirar seus habitantes para a importância do bem estar e da harmonia nesses espaços.

Isso não quer dizer que o miasma não mais retornará. Seríamos hipócritas em afirmarmos que só iremos propagar o positivo a partir de então, mas através de filtros e catalizadores de energias como as plantas, cristais, fontes de água e símbolos de proteção, criamos a defesa e a eliminação da maior parte dessa energia. A atenção e o cuidado com a casa nos facilitarão à percepção do acúmulo de novos miasmas, que poderão ser eliminados através de novos rituais de limpeza e purificação de ambientes, sempre que necessário.

Dá próxima vez que procurar um espaço para habitar ou até mesmo montar o seu negócio, leve em conta seu histórico habitacional e sua localização. Esse já será um grande passo na escolha certa de um local de luz e boas vibrações!

Luz e Amor a todos,
Luiz Netto

Comments are closed.