O Emprego Das Cores Quentes

Quando resolvemos empregar cores em um espaço, sempre surgem dúvidas quanto às tonalidades corretas ou até mesmo em relação às paredes que serão destacadas. Muitas vezes, levamos horas tentando buscar a cor ideal para refletir as emoções que desejamos, mas nem sempre nos sentimos seguros em relação às nossas escolhas. Ou nos guiamos pela preferência pessoal em certas tonalidades ou nos levamos por um senso comum que indica certo tipo de cor para cada cômodo, como o azul ou verde para banheiros, amarelo para salas e assim por diante.

Agora, se desejamos trazer mais cor para a casa e ainda trabalhar as boas vibrações nos espaços, o Feng Shui apresenta algumas sugestões.

Para se criar um efeito positivo é necessário escolher o grupo correto de cores e entender que cada cômodo traz uma relação direta com um aspecto de nossas vidas. As cores quentes, por exemplo, são as mais indicadas para os ambientes quando desejamos criar uma atmosfera mais confortante e acolhedora. Trazem a sensação de carinho, mais vitalidade, além de serem escolhas perfeitas para aqueles que querem trazer mais energia para seus lares. São elas o vermelho, o laranja, o amarelo e todas as suas matizes.

Segundo as técnicas para a harmonização de espaços, esse grupo é responsável por criar mais entusiasmo e alegria nas casas, sendo a cor vermelha a única destacada para a função de “curar” o problema de energias estagnadas. Segundo os chineses, o vermelho é a cor mais forte existente e, por esse motivo, nenhuma energia se tornaria parada na presença da cor. É claro que esse efeito também é cultural, pois se levarmos em conta a cor da bandeira e de seus templos, poderemos entender que a escolha não foi ao acaso. A cor vermelha tem uma importância muito grande para a China e por isso representa todo o poder da nação. Ainda de acordo com as tradições locais, a própria noiva chinesa se casa com tecidos vermelhos, como se projetasse mais paixão e energia para a relação, além de possuir a imagem de uma ave fênix e de um dragão bordados no traje, símbolo de igualdade entre o casal.

A cor laranja é empregada com o efeito de estimular a boa estima e ao mesmo tempo os sentidos. Também não é por acaso que a maior parte das carnes e dos congelados encontrados em gôndolas de supermercado são embalados nessa cor. De acordo com a psicologia, os tons alaranjados estimulam os cinco sentidos e fariam o papel de provocar a reação contrária à repulsa pelos alimentos que, sem o devido preparo, revelariam a sensação de algo morto ou sem vida.

O amarelo e os tons de dourado representam também a alegria e o metal mais precioso. É símbolo do bem estar, da prosperidade financeira e da comunicação. Muitas vezes utilizados com o intuito de estimular a mente e a criatividade, os tons amarelados produzem uma espécie de “injeção” de alto astral e vitalidade, sendo favoráveis aos ambientes de estudos e de criação.

Nessa semana, resolvi descrever os benefícios do uso das cores quentes e seu correto emprego de acordo com o Feng Shui, destacando também o emprego incorreto dessas cores na casa e seu reflexo no emocional e na vida de seus habitantes. É importante destacar que seu maior efeito será quando aplicadas em paredes. Acompanhe a seguir:

– Os cômodos mais indicados para o emprego desse grupo de cores são a sala, a sala de jantar, os quartos, os corredores e as escadas. Esses espaços estão relacionados com o prazer e o conforto. A sala está associada ao social, a sala de jantar, à família, os quartos, ao amor e os corredores e escadas, à forma como lidamos com metas e objetivos.

– Ao pensar em utilizar as cores quentes nas paredes, escolha os tons mais queimados ou diluídos. Evite aplicar os tons mais vibrantes, pois esses criam um aspecto muito intenso, provocando efeitos negativos aos moradores. O vermelho intenso pode aumentar a pressão sanguínea, trazer problemas cardíacos, gerar a ansiedade e a agitação. O excesso de laranja pode confundir os sentidos e gerar a dúvida ou a falta de direção. O amarelo mais vibrante pode provocar o medo e a dificuldade no raciocínio. Prefira utilizar os tons mais intensos nos ambientes externos, mesmo assim, aconselho a escolha dos tons menos vibrantes.

– Se o desejo for de utilizar os tons mais escuros, estes devem ser aplicados como um painel, ou seja, três paredes em um tom neutro como branco ou areia e uma parede em destaque. Se escolher o vermelho, utilize-o longe do campo de visão, preferindo aplicar a cor na parede onde está a cabeceira da cama no quarto ou atrás do sofá na sala. Se a escolha for pelos tons diluídos, estes podem ser empregados em todas as paredes. Os tons de amarelo suave podem predominar por toda a casa inspirando calor e segurança.

– Não utilize o excesso de vermelho nas cozinhas, pois pode gerar a impulsividade por comidas. Prefira os tons alaranjados, pois estes podem criar o hábito da boa seleção para o paladar e, ao mesmo tempo, ajudar com as dietas.

– Evite a cor salmão, pois é uma cor que, segundo a psicologia, gera conflitos e dificuldades para se relacionar amorosamente. Para os orientais a cor é vista como pouco auspiciosa, criando a violência física e verbal para os casais. Na decoração o uso da cor é liberada.

Uma excelente semana a todos,
Luz e Amor
Luiz Netto

Comments are closed.